Futebol: Gil Vicente – Sporting 3-1 (1-1)

Após a exibição de 5.ª feira não estava a prever uma exibição tão pobre hoje, sim sou muito ingénuo!

Jorge Silas apresentou o seguinte onze:

Maximiano continuou dono da baliza e foi Renan quem ficou fora da ficha do jogo.

Aos 2 minutos pediu-se pénalti a favor do Sporting, mas nem árbitro nem VAR achou motivo para assinalar o possível penálti sobre Jesé Rodríguez. Os primeiros 10 minutos foram passados sem grandes oportunidades, o Sporting através de mais posse de bola ia tentando construir jogadas calmamente e o Gil não fazia grande pressão para roubar a bola ao Sporting. O Gil sem bola jogava mais num 5-4-1 do que o 4-3-3.

Aos 13 minutos boa tentativa por parte do Sporting em tabelas quase isolava o Idrissa Doumbia. Aos 16 minutos cartão amarelo para Fernando Fonseca por anti-jogo ao não deixar Acuña marcar um livre rápido por duas vezes, um árbitro rigoroso podia ter mostrado dois amarelos seguidos pelo medmo motivo.

Na primeira vez que o Gil vai lá à frente faz golo, Ilori perde a bola de forma infantil para Lima que cruzou para Kraev que aproveitou e fez o 1-0. Aos 24 minutos amarelo para Idrissa Doumbia após falta de Doumbia. As imagens mostraram que o jogador leonino também levou uma pisadela merecedora de um cartão.

O Sporting não estava conseguir reagir ao golo sofrido. Primeiros 30 minutos sem um remate à baliza. Aos 30 minutos novo amarelo para jogador do Gil Vicente Kraev por simular uma falta. Aos 36 minutos boa jogada do Sporting mas não conseguiu fechar a jogada com um remate à baliza. Aos 41 minutos Jérémy Mathieu evitou o perigo que o Gil estava prestes a conseguir criar com um bom corte.

Aos 43 minutos Wendel quase empatou mas o remate saiu as redes laterais, o primeiro remate do Sporting no jogo, mal de mais para ser verdade. O árbitro deu 4 minutos de descontos. Nos descontos ouvia-se as claques do Sporting a cantar contra o Varandas “E ao Varandas o que é que fazes aqui”. Aos 45+2 minutos Jesé rematou para defesa do guarda-redes. No 4.º minuto dos descontos Bruno Fernandes isolou Wendel que rematou em queda e a bola passou por baixo do corpo do guarda-redes que ficou mal na fotografia.

Vitor Oliveira mexeu na equipa fez entrar o extremo Lourency. Aos 53 minutos penálti para o Gil após falta do Acuña quando o jogador da casa isolou-se frente ao Maximiano. Amarelo para o argentino e o Gil aproveitou o penálti e fez o 2-1. Ao contrário do que aconteceu após o 1-0 o Sporting desta vez até reagiu bem ao golo sofrido, embora não tenha conseguido criar claras oportunidades de golo. Aos 68 minutos pediu-se penálti a favor do Sporting mas o árbitro voltou a não achar motivo para isso.

Yannick Bolasie foi a primeira aposta do treinador leonino para o lugar do Wendel aos 68 minutos. À entrada para os últimos 20 minutos na minha opinião pouco ou nada de esperanças que seria possível evitar a derrota e o empate que também pouco ou nada interessa o Sporting. Aos 75 minutos Vietto viu um seu remate ser desviado para canto, após o canto entrou Rafael Camacho para o lugar do Jesé Rodríguez.

Eduardo Henrique foi a última aposta do treinador leonino para o lugar do Ilori aos 83 minutos. O árbitro deu 5 minutos de descontos no 1.º o VAR analisou um possível penálti a favor do Gil, Hugo Miguel foi ver as imagens e acabou por assinalar fora de jogo e mostrou o 2.º amarelo a Idrissa Doumbia para depois voltar atrás e o árbitro chamou Doumbia de volta ao relvado. Já nos 90+9 minutos o Gil matou o jogo com o 3-1 num contra-ataque ridículo!

Ficha do jogo: Gil Vicente – Sporting 3-1

Estádio: Estádio Cidade de Barcelos

Assistência:

Liga Nos: 12.ª jornada

Dia: 1 de dezembro

Hora: 20:00

Canal: SportTV 1

Árbitro: Hugo Miguel

Assistentes: Bruno Jesus e Ricardo Santos

4.º árbitro: Dinis Garjão

VAR: Bruno Esteves

AVAR: Paulo Brás

Delegados: Rui Pinheiro e António Rosa

Observador: Elmano Santos

Gil Vicente: Denis; Fernando Fonseca, Ygor, Rúben Fernandes, Henrique Gomes; Claude Gonçalves, Soares e Kraev; Baraye, Sandro Lima e Arthur Henrique.

Suplentes: Wellington, João Afonso, Lourency, Naidji, Romário, Leonardo e Edwin Vente.

Sporting: Luís Maximiano; Rosier, Ilori, Mathieu, Acuña; Doumbia, Wendel e Bruno Fernandes; Jesé, Luiz Phellype e Vietto.

Suplentes:

1-0 Kraev (18)

1-1 Wendel (45+4)

2-1 Sandro Lima (55, penálti)

3-1 Naidj (90+9)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s